Vinícola Nieto Senetiner, Mendoza

Foto: Luciana Lancellotti

Após visitar as bodegas Ruca Malen, com suas instalações e linhas arquitetônicas modernas, o passeio à Finca Villa Blanca, da vinícola Nieto Senetiner, se descortina como um belo contraponto.

Com fortes referências ancoradas no séc. XIX, o casarão brilha em sua exuberância histórica, como se vê na foto que abre este post, despertando os sentidos de quem chega à vinícola.

Vinícola Nieto Senetiner, Mendoza
Foto: Luciana Lancellotti

Junto com outras duas propriedades da vinícola Nieto Senetiner – Finca Agrelo, em Las Tortugas, e Finca Alto Agrelo, em Las Torcazas –, a Finca Villa Blanca, em Vistalba, soma 400 hectares de vinhedos.

A vinícola Nieto Senetiner é, hoje, a líder na produção de Malbec e Bonarda. Um adendo importante é o fato de uma de suas linhas, Benjamin, com vinhos de entrada, ser a marca de vinho argentino mais vendida no mercado brasileiro atualmente.

A produção se estende à linha Nieto Senetiner e a outras duas, com rótulos premium, Don Nicanor e Cadus – esta última é, hoje, considerada uma vinícola à parte.

A visita à Finca Villa Blanca é bastante agradável. Para quem curte cavalgar, há um passeio pelos vinhedos de Malbec, Cabernet Sauvignon e Syrah, que sobe o Cerro Melón, com vistas incríveis sobre o Vale de Vistalba e os Andes.

+ Vai viajar? Confira este post sobre como arrumar a mala: roupas, documentos, remédios

Vinícola Nieto Senetiner, Mendoza
Foto: Luciana Lancellotti

Mesmo no inverno, quando aconteceu minha visita mais recente à Mendoza, o passeio é bem bonito, ainda que as vinhas estejam adormecidas.

Uma estação silenciosa e reflexiva para visitar Mendoza.

Vinícola Nieto Senetiner, Mendoza
Foto: Luciana Lancellotti

Na volta da cavalgada, é hora de fazer outro passeio, agora entre taças e exemplares produzidos na vinícola. Desta vez resisti a postar fotos certinhas, de taças bem posicionadas, lado a lado, com rótulos parecendo posar para os cliques.

A foto abaixo, com uma saudável (e deliciosa) desordem pós-degustação, tem um motivo para estar nesta reportagem, que você confere na última parte do post.

Vinícola Nieto Senetiner, Mendoza
Foto: Luciana Lancellotti

Gostei bastante de um branco bem aromático da linha Don Nicanor. Um corte de Chardonnay (60%) e Viognier (40%), com as duas variedades vinificadas separadamente. A Chardonnay tem passagem de seis meses por carvalho francês, já a Viognier não passa por barrica, o que resulta em uma combinação bem interessante de frescor e untuosidade, com notas lácteas e de damasco, acidez notável e boa mineralidade.

Outro vinho que me chamou atenção foi o Don Nicanor Single Vineyard Villa Blanca Malbec 2011, bastante elegante, um exemplar da linha de alta gama da vinícola. É um tinto complexo e harmônico, mais floral, com madeira presente, notas de pimenta e final persistente.

De noite, no restaurante de Francis Mallmann, 1884, eu viria a provar um excelente Malbec da linha Cadus.

Vinícola Nieto Senetiner, Mendoza
Foto: Luciana Lancellotti

Este tinto é chamado de Tri Malbec por ser elaborado com uvas provenientes de três vinhedos localizados em altitudes diferentes: Vistalba, Agrelo e Vistaflores. O resultado é uma incrível complexidade, com toques de tosta e especiarias, taninos finos e boa acidez. Harmonizado com os cortes de carne braseados propostos pela equipe do Mallmann, ficou melhor ainda.

ALMOÇO NA FINCA VILLA BLANCA
.

Basicamente com empanadas quentinhas, asados autênticos e sobremesas típicas, tem-se um senhor almoço no belo casarão que abriga a adega da vinícola Nieto Senetiner.  De preferência, adentrando uma tarde de sol pontuada por brindes, reflexões e risadas, que vão aumentando de volume conforme o vinho evolui.

As mesas são estrategicamente posicionadas no terraço com vista para os vinhedos, tendo ao fundo as linhas da Cordilheira desenhadas no céu. Antes do almoço, aliás, uma boa ideia é munir-se de uma taça de espumante para contemplar essa paisagem colorida e inspiradora.

Depois, a ordem é relaxar e aproveitar os sabores locais.

O almoço teve legumes frescos com suas sutis notas adocicadas evidenciadas pela grelha: cenouras, abóboras, batatas doces, abobrinhas.

Empanadas de massa finíssima e delicada, generosamente recheadas com queijo e carne, abriram caminho para os grelhados de carne, acompanhados por linguiça e morcela.

E para terminar, ludicamente, a refeição, um combinado de sobremesas, como mousse de doce de leite e marmelada com queijo, acompanhadas por espresso longo e um cálice de Malbec Late Harvest.

SUSTENTABILIDADE

A vinícola Nieto Senetiner é reconhecida internacionalmente por sua preocupação com questões de sustentabilidade. Nesse aspecto, a vinícola concentra seus esforços em três pilares:

  • saúde e bem-estar
  • desenvolvimento da comunidade
  • cuidado com o meio-ambiente

Um dos pontos que ganham destaque é a reciclagem de água, não somente na adega, como também nos vinhedos. Se a tradição nas vinícolas locais é a irrigação por inundação, aproveitando o degelo das montanhas, a vinícola Nieto Senetiner seguiu por outro caminho, investindo na conversão de sua irrigação para o gotejamento.

A técnica permite à vinícola economizar substancialmente o consumo e a utilização da água.

Também foi criado um programa de reciclagem para todos os seus recipientes vazios – imagine só o que sobra de garrafas e guardanapos usados após uma degustação… Lembra-se da foto, no início dest post, com a “saudável desordem” sobre a mesa? Então.

Das economias obtidas a partir desse tipo de iniciativa, 20% são doados a instituições de caridade da região, especializadas em pediatria e assistência à infância.

PIONEIRISMO

A subregião de Luján de Cuyo foi a primeira Denominação de Origem Controlada (D.O.C.) de Mendoza e a Nieto Senetiner foi a primeira vinícola a ter um exemplar com o selo D.O.C., na safra de 1991
.
Além das cavalgadas, degustações e almoços, há atividades bem bacanas organizadas pela Finca Villa Blanca – um deles, por exemplo, com harmonização de vinhos e chocolates.

.As visitas são guiadas também em português e o agendamento pode ser feito com, pelo menos, 24 horas de antecedência. Conheça os passeios por meio deste link para o site.

.
* Viajei a Mendoza a convite da importadora Casa Flora.
 
BODEGAS NIETO SENETINER
Guardia Vieja s/n.°, Vistalba, Luján de Cuyo.
Agendamentos:  +54  261  4969099 ou turismo@nietosenetiner.com.ar
.
The following two tabs change content below.
Vinícola Nieto Senetiner, Mendoza
Jornalista e consultora nas áreas de gastronomia e viagem, atualmente diretora de redação da revista Wine.com.br, publicação sobre vinhos de maior tiragem do Brasil. Foi crítica de restaurantes da revista Playboy, repórter e apresentadora na Rede Globo, Record e TV Cultura.
Vinícola Nieto Senetiner, Mendoza

Latest posts by Luciana Lancellotti (see all)