Guia para receber em casa com charme

Getty Images

Como calcular a quantidade de vinhos para um encontro entre amigos ou festa? É possível decorar com charme e simplicidade? O que preparar para comer? E que outras bebidas servir?

Receber amigos em casa é muito bom, mas muita gente que adoraria organizar algo especial acaba evitando por medo de errar.

O que é uma bobagem.

Para agradar, não é preciso contar com um espaço grande, nem, muito menos, contratar florista ou bufê.

Na época em que eu dirigia a revista Wine.com.br, a equipe se divertia ao preparar ensaios fotográficos com ideias criativas e charmosas para esse tipo de encontro. E ficava lindo!

A gente produzia o get together completo, com direito até a trilha sonora, para entrar no clima mesmo. Essa atmosfera, claro, se refletia no resultado do trabalho, os leitores colocavam as dicas em prática e enviavam mensagens agradecendo pelas sugestões. Muito gratificante.

+ Vai viajar? Confira este post sobre como arrumar a mala: roupas, documentos, remédios

Guia para receber em casa com charme
Reprodução | Revista Wine.com.br

Nesta reportagem cuja abertura você vê acima, por exemplo, conversei com a banqueteira Mônica Dajcz, da Casa Mônica Dajcz, e com a sommelière Nicole Amaral, da Wine.com.br, para estruturar um roteiro de preparativos para uma recepção em casa.

Reproduzo, então, as dicas aqui no Gourmet Viajante, complementando com algumas sugestões adicionais.

Não tem erro, é só começar.

Lembre-se: estando entre amigos, a informalidade é o melhor guia. E super vale pedir para os convidados trazerem bebidas, por exemplo.

CONVIDANDO


Reunião informal? Convite idem.

Um telefonema ou e-mail é suficiente neste caso. Pessoalmente, considero Whatsapp e Facebook demasiadamente informais, mas se o grupo não se incomoda, que mal tem?

O mais importante é prestar atenção ao prazo: com grande antecedência, os convidados podem esquecer o evento. Em cima da hora, poucos poderão comparecer, devido a outros compromissos já agendados.

Para encontros informais, uma semana é o prazo ideal – só não se esqueça de pedir a confirmação de quem vem, informação fundamental para o seu planejamento.

CRIANDO O CENÁRIO

.
Velas trazem charme imediato ao ambiente. Combine novas e usadas, de tamanhos e formas diferentes, distribua-as pelos ambientes e transforme a atmosfera da casa ao acendê-las.

.
Garrafas vazias de vinho são excelentes para trazer descontração e charme a esses eventos casuais.

A primeira coisa a fazer é remover o rótulo – se bem que preservá-lo também pode ser bacana, dependendo da arte impressa nele. Basta mergulhar a garrafa em água quente (uma colher de chá de bicarbonato de sódio costuma ajudar na remoção) e tirar, com cuidado, a etiqueta.

Uma das utilidades é como vaso (assim como fazem muitos restaurantes). Fica informal e descolado. Uma flor, apenas, basta, mas você pode colocar várias. O mais importante é que seja(m) fresca(s).

Guia para receber em casa com charme
Iffoundmake.com

As garrafas vazias também podem ser utilizadas como castiçais improvisados.

A adaptação é bem fácil: para ajustar o bocal da garrafa ao diâmetro da vela (pode ser daquelas de supermercado, mesmo), pingue um pouco da parafina da própria vela acesa sobre o gargalo, até encaixá-la perfeitamente.

Guia para receber em casa com charme
Sallywilsonshops.tumblr.com

As garrafas, aliás, não precisam ser de vinho. Qualquer tipo de garrafa de vidro vai bem, seja com flores frescas, seja com velas.

Guia para receber em casa com charme
Instagram @gourmetviajante
Guia para receber em casa com charme
Hartandmckee.blogspot.com.br

Parte daquelas rolhas de cortiça que você coleciona – dezenas, centenas? – pode ser transformada em suporte para marcadores de lugar de convidados à mesa, ou então como indicadores de queijos, harmonizações, entre outras utilidades.

O blog Stylish Spoon ensina como prepará-las para parar no lugar, sem rolar.

Guia para receber em casa com charme
Stylishspoon.com

Igualmente simples, as três rolhas amarradas com um barbante viram apoio para o cartão com o nome do prato, como propõe outro blog, o Raising and Fig.

Guia para receber em casa com charme
Raisinandfig.com

TRILHA SONORA

Bem, aqui entramos em um terreno muito pessoal, cada um tem seu gosto musical e o que posso fazer é, humildemente, compartilhar algumas das playlists que costumo utilizar para embalar minhas wine parties.

A primeira delas criei no Spotify, para aquele tipo de encontro despretensioso, com amigos, amores, risadas e brindes. Exatamente o mood deste post. Segue:

.
Outra playlist bem bacana, a French Cafe Lounge tem lounge music com acento francês para uma atmosfera mais relax.

.
Se a preferência for pelo Youtube, seguem três sugestões de playlists bem agradáveis:

Esta traz a trilha dos filmes de Woody Allen:

Já esta outra tem a trilha da série Oscar Freire 279, que foi exibida pelo Multishow. Se a série foi boa, não sei. Mas a trilha é in-crí-vel e não costuma passar despercebida.


.
Igualmente bem-vindos são os acordes cubanos entoados pelo icônico Buena Vista Social Club.

CRIATIVIDADE É TUDO

  • Posicione banquetas, mesinhas ou mesmo pufes mais rígidos pelo ambiente para acomodar copos, garrafas e pratinhos. E nunca se esqueça de distribuir sobre eles os guardanapos de papel. 😉
  • Descombine! Use cores e tamanhos variados de guardanapos, pratos, copos, taças e talheres. O ambiente fica mais informal e aconchegante.
  • Invente novas utilidades para os objetos. “Sirva petiscos em copinhos, potinhos e cumbuquinhas”, sugere a chef Mônica Dajcz. “Uma taça de vinho tinto pode ser útil para servir frutas secas como aperitivo, por exemplo”, completa a chef.

Um exemplo aparece na foto abaixo, que tirei no restaurante Cantinho do Avillez, em Lisboa: uma assadeira de torta/bolo acomoda, informalmente, as fatias de pão à mesa.

Guia para receber em casa com charme
Foto: Luciana Lancellotti


COMER, COMER

Espalhe bowls pelo ambiente com frutas secas, batatas chips, azeitonas. “Bocados de frios também funcionam muito bem”, aconselha Nicole. “Também adoro preparar, para beliscar, tomates cereja no palito, com cubinhos de queijo”, sugere. “É muito fácil, ficam uma delícia e vão muito bem com vinhos”.

Quer preparar uma entrada rápida e fácil? Dê uma olhada nesta receita de Guacamole, preparada com apenas 4 Ingredientes@ em 15 minutinhos.

Guia para receber em casa com charme
Foto: Luciana Lancellotti

Uma boa forma de entreter o grupo é deixar que os próprios convidados se sirvam. “Para isso, a bruschetta vai muito bem”, explica Mônica Dajcz.  “É fácil preparar, deixa todo mundo livre para usar os ingredientes preferidos e pedem um bom vinho”, continua. “É só deixar as torradinhas de pão italiano fatiadas, cada um monta a sua e leva ao forno para finalizar”.

Não se esqueça de disponibilizar sal, pimenta e azeite.

.

Como ingredientes para montar as bruschette, vale adotar três grupos:

  • vegetais
  • queijos
  • carnes

O grupo das carnes é sempre o mais apreciado pelos homens

Para começar, um clássico: tomates frescos em cubinhos, com azeite e manjericão. “Vale incrementar com uma fatia de mozzarella de búfala”, ensina Monica. 

Outra alternativa é fazer um refogado rápido com abobrinha, berinjela e alho, e usar para cobrir as torradas.

O grupo das carnes é sempre mais apreciado pelos homens. Presunto cru e carpaccio são boas opções. “É bacana combinar a torrada quente com a carne fria e finalizar com um bom azeite”, recomenda a chef.

Por fim,  no grupo dos queijos, prepare uma pasta com ricota e ervas. Não tem erro.

Por fim,  no grupo dos queijos, prepare uma pasta com ricota e ervas. Não tem erro…

BEBER, BEBER

Guarde bem este mantra: “espumantes acompanham bem pratos da entrada à sobremesa”

Brancos, tintos e rosés: considerando a versatilidade, Nicole recomenda brancos aromáticos e frescos, além de tintos descomplicados.

Tenha também água com e sem gás, algumas latas de refrigerante e gelo

“Invista em tintos argentinos ou chilenos, que não têm erro, o brasileiro tem o paladar um pouco mais voltado para esse estilo”, recomenda.

A sommelière também inclui entre as sugestões os californianos, pelo estilo mais frutado, cor e aroma intensos, e um pouco mais de presença em boca.

Além dos vinhos, tenha, também água com e sem gás, algumas latinhas de refrigerante e gelo. “Não é muito recomendável misturar várias opções alcoólicas, então tenha sempre alternativas de sucos, que funcionam muito bem para quando o paladar já está cansado”, sugere. “Chás gelados também são ótimos para refrescar” completa.

CALCULE A QUANTIDADE DE VINHOS

Uma garrafa de vinho serve, com folga, dois convidados, já que rende 6 taças. Espumante: uma garrafa para 2,5 convidados (se for só para o brinde, calcule 1 garrafa para 6 pessoas).

BEBIDAS NÃO ALCOÓLICAS

Para água, com ou sem gás, estime meio litro por pessoa. Para refrigerantes, sucos e chás gelados, calcule 300 ml por convidado.

.
TEMPERATURA

Dá pra tomar vinho em copos, dá pra deixar a harmonização um pouquinho de lado…. Mas não dá para descuidar da temperatura. Alguns graus acima ou abaixo do ideal e lá se vão aromas, sabores e toda a experiência que um vinho pode proporcionar.

Então, é bom que espumantes, brancos e rosés já estejam gelados quando os convidados começarem a chegar. Lembre-se de colocá-los na geladeira com pelo menos três horas de antecedência.  “O balde de gelo, depois, ajuda a temperatura a cair bem rápido”, lembra Nicole Amaral.

.
“Se não houver balde de gelo, tome apenas o cuidado de levar o vinho à geladeira após servir”, alerta a sommelière.

Quem não tem adega climatizada deve prestar atenção, também, à temperatura de serviço dos tintos. “Coloque para resfriar na geladeira uma horinha antes, apenas para tirar um pouco da temperatura ambiente”, recomenda.

Abridor: tenha sempre uma unidade reserva. Quanto ao tipo, prefira o tradicional, de dois estágios. “Não é preciso fazer força, é a melhor forma de abrir um vinho,” explica a sommelière.

.

Taças: não se preocupe em usar uma enorme diversidade. Na dúvida, adote os modelos maiores para água e tintos, e menores para brancos e aperitivos. Se tiver flûtes, use para os espumantes, mas cabe aqui esclarecer (sem nenhum tipo de comprometimento com regras) que esse tipo de taça está caindo em desuso, o que é assunto para um post inteiro.

Sendo assim, pode servir o espumante em taças no formato de tulipa ou mesmo em taças para brancos. “E se só houver copos, não vejo problema algum em utilizá-los para consumir os vinhos“, tranquiliza Nicole.

.


GRAN FINALE

.

Não esquente a cabeça com sobremesas. “Vinhos amam chocolates”, brinca Mônica Dajcz.

Na verdade, para que os sabores não entrem em conflito, o melhor é optar por barras de chocolate meio-amargo (ou com alto teor de cacau, entre 50% e 70%) e vinhos tintos mais encorpados.

Agora, para que o casamento seja feliz pra valer, escolha um Porto. E se quiser que dure para sempre, vá de Banyuls. 🙂

Coroando o encontro, o cafezinho é sempre simpático e bem-vindo.

The following two tabs change content below.
Guia para receber em casa com charme
Jornalista e consultora nas áreas de gastronomia e viagem, atualmente diretora de redação da revista Wine.com.br, publicação sobre vinhos de maior tiragem do Brasil. Foi crítica de restaurantes da revista Playboy, repórter e apresentadora na Rede Globo, Record e TV Cultura.
Guia para receber em casa com charme

Latest posts by Luciana Lancellotti (see all)