Caviar Kaspia chega a São Paulo

Caviar Kaspia chega a São Paulo
O carro-chefe da marca, a loja da Place de la Madeleine, em Paris
A filial paulistana será o primeiro endereço da famosa grife de caviar na América Latina 

Conforme noticiei na minha coluna na revista ISTOÉ Dinheiro, a tradicionalíssima Caviar Kaspia chega a São Paulo. A inauguração está prevista para o mês de janeiro. A grife francesa junta-se a várias outras marcas do mercado de luxo no novo CJ Shops Jardins.

Caviar Kaspia chega a São Paulo
Reprodução @cjshopsjardins

Clique e confira as melhores dicas de presentes com vinhos e acessórios para o Dia das Mães!

Além de contar com lojas em Paris, que também abriga uma unidade nas Galleries-Laffayete, o Caviar Kaspia tem restaurantes em Londres, Roma, Monte Carlo e Nova York.

+ Onde comer o melhor frango do mundo
+ Comida de avião: como as companhias escolhem o cardápio

A loja paulistana, que terá cardápio com itens clássicos e outros criados especialmente para o público brasileiro, faz parte da expansão do Caviar Kaspia Group, que também abarca a operação dos igualmente emblemáticos La Maison de la Truffe e La Maison Du Caviar.

Caviar Kaspia chega a São Paulo
A origem da marca

Caviar Kaspia chega a São Paulo
Vitrines abarrotadas de gelo, peixes e frutos do mar

A casa foi fundada em Paris pelo russo Arcady Fixon em 1927. A proposta: apresentar a cultura do caviar e os mais nobres tipos da iguaria, além de produtos do mar, como o salmão da casa, disputadíssimo.

As toalhas azul-petróleo, paredes com quadros de moldura dourada, cortinas dramáticas, talheres e louças clássicos… É um ambiente excessivamente tradicional que ganha contrastes interessantíssimos, especialmente na unidade da Place de la Madeleine, na capital francesa.

Durante a semana de moda de Paris, a casa se torna reduto de celebridades, jornalistas, estilistas e modelos do mundo todo

Caviar Kaspia chega a São Paulo
O que é, de fato, caviar?

 

Caviar Kaspia chega a São Paulo
Gelo, vidro e madrepérola: o serviço não pode ser rebuscado| Getty

Embora seja possível encontrar até mesmo em estabelecimentos renomados ovas de salmão, truta e de outros peixes rotulados como caviar, essa designação é incorreta.

Tecnicamente, para que sejam consideradas caviar, as ovas devem vir exclusivamente do peixe esturjão, encontrado no Mar Cáspio, que, apesar do nome, é um lago. O maior lago do mundo, aliás.

O Mar Cáspio fica entre o sudeste da Europa e o oeste da Ásia, tendo como países costeiros o Azerbaijão, Turcomenistão, Cazaquistão, Irã e Rússia – e desses dois últimos vem o melhor caviar.

Há três tipos de caviar:

  • Ossetra
  • Beluga
  • Sevruga

O Ossetra é o mais caro e sua cor varia do marrom bem escuro ao dourado, chamado de ossetra dourado ou golden ossetra.

Caviar Kaspia chega a São Paulo
Em sentido horário a partir do topo: ossetra, sevruga, beluga e ossetra dourado | Getty

Notou as colheres? Pois bem.

O caviar deve ser servido em recipientes e com talheres de materiasis como vidro, osso, madeira ou, o ideal, madrepérola… ou ouro. Objetos metálicos alteram o sabor das ovas de esturjão.

+ Jantar no Sofitel Casino Carrasco Montevideo
+ Deleite-se: a cena do jantar em A Festa de Bavette

Caviar Kaspia chega a São Paulo
Caviar vai bem com o quê?
Caviar Kaspia chega a São Paulo
Os ovos pochê do Caviar Kaspia

Para os puristas, só há uma forma de apreciar o caviar: puro, sem acompanhamento. Há quem prefira degustar as ovas de esturjão diretamente na lata em que vem embalado, sem nenhum tipo de interferência.

De fato, o caviar deve ser servido com a maior simplicidade possível. Mas é possível acompanhá-lo com torradas sem sal, fatias de brioche levemente tostadas ou blinis. É muito tradicional servir o caviar com creme fraîche e um pouco de manteiga.

Para acompanhar, batatinhas vão muito bem, além de ovos e outros peixes e frutos do mar, como truta oceânica, vieiras, ostras, lagosta e também sushi.

Massas simples também recebem muito bem o caviar.

Caviar Kaspia chega a São Paulo
Massa com caviar: apenas manteiga, creme fresco, sal e pimenta-do-reino

Como se sabe, o caviar é um produto caro e, para degustá-lo, o ideal é começar com meia colher de chá.

Às recomendações:

  • Não mastigue imediatamente o caviar – dessa forma você vai perder boa parte do sabor. Sinta, antes, as gotas de ovas sobre a língua e aprecie sua untuosidade.
  • Somente então dê leves mordidas no caviar. E atenção: nada de desperdício. Coma tudo, até porque o produto não preserva as qualidades se for guardado depois de aberto.
Caviar Kaspia chega a São Paulo
A batata assada com creme fraîche e caviar Beluga
Caviar Kaspia chega a São Paulo
A batata assada com caviar Beluga, prato emblemático do Caviar Kaspia

A batata assada com caviar, ou, em bom francês, a pomme de terre au caviar, é o prato mais emblemático do Caviar Kaspia, “muito imitada, jamais igualada”.

É simplesmente uma batata assada que ganha uma porção generosa de caviar Beluga, a consumir, de preferência, com uma dose de vodka muito gelada.

Caviar Kaspia chega a São Paulo
Como é servida a batatra assada com caviar Beluga

O vídeo abaixo é uma festa. Mostra a forma como a batata assada com caviar é servida. Foi graado na unidade do Caviar Kaspia de Nova York.

.
Caviar Kaspia chega a São Paulo

A  harmonização

Há quem defenda que somente uma bebida pode acompanhar o bom caviar: vodka (russa) geladíssima. O sabor neutro da vodka de alta qualidade não prejudica o sabor do caviar.

Caviar Kaspia chega a São Paulo
A puristas que defendem a vodka russa como a única bebida possível a harmonizar com o bom caviar | Getty

Há outro clássico da harmonização com o caviar: com Champagne. Se for esta a sua opção, opte pelo rótulo mais seco possível: Brut, Extra Brut ou Nature.

Caviar Kaspia chega a São Paulo
A harmonização com Champagne é um clássico

E para quem quiser se habilitar, logo publico a receita da batata assada do Caviar Kaspia.

 

The following two tabs change content below.
Caviar Kaspia chega a São Paulo
Jornalista e consultora nas áreas de gastronomia e viagem, não recusa uma taça de um bom Syrah. Editora de Estilo da revista ISTOÉ Dinheiro, foi diretora de redação da revista WINE, crítica de restaurantes da revista Playboy, repórter e apresentadora na Rede Globo São Paulo e TV Cultura.
More from Luciana Lancellotti
Rosh Hashaná por Andrea Kaufmann
O assunto é Rosh Hashaná. Sempre cultivei curiosidade pelas tradições judaicas, especialmente...
Read More
0 replies on “Caviar Kaspia chega a São Paulo”